Inclusão Social no Município de Mogi Guaçu - S.P: Projeto Cantinho da Criança

A Revista Acadêmica Online com prazer apresenta o trabalho intitulado “ Inclusão Social no Município de Mogi Guaçu –S.P: Projeto Cantinho da Criança, lavrado pela Professora Nívea Rodrigues do Prado Siviero. A autora exerce o magistério na  Escola  Municipal de Educação Infantil em Mogi Guaçu SP; em seu percurso acadêmico, possui licenciatura Plena em Letras, com habilitação em Inglês pela FIMI (Faculdades Integradas Maria Imaculada); licenciatura em Pedagogia pela UNESP (Universidade  Estadual Paulista) ; Pós-Graduada  em Psicopedagogia  Institucional  pelo Instituto Educacional e Sistemas de Ensino (Universidade Castelo Branco) e em Educação Especial com  Ênfase em Deficiência Mental, na Área da Educação,  pela FALC (Faculdade da Aldeia de Carapicuíba). Mestranda em Ciências da Educação pela Unigrendal/UK.

O estudo em pauta, faz um relato descritivo de uma iniciativa social, denominada de Projeto Cantinho da Criança, desenvolvida em um bairro de Mogi Guaçu. O plano dessa entidade privada, é atender as necessidades educacionais, pretendendo efetividade na inclusão das crianças. Assim, o objetivo geral é pôr ao alcance das crianças, com atenção especial as crianças com TEA (Transtorno do Espectro Autista) que são segregadas de contato com as outras crianças, devido a incompreensão de seus modos particulares pela comunidade circundante.

O projeto que o editorial apresenta, partiu da iniciativa dos pais de uma criança, portadora do autismo e necessita de cuidados especiais para que possa ser encaminhada a comunidade e reatar contato com outras crianças. O casal decidiu revitalizar uma praça local, próxima ao local de residência, que estava abandonada, transformando-a num parque para encontros, lazeres e brincadeiras às crianças

O que motivou o interesse da autora, nesse tema, foi o compreender os desafios dos pais que possuem crianças com TEA, e mostrar caminhos e possibilidades de interação com essas crianças, bem como as táticas certas para brincar.

A contribuição social desse projeto foi de ordem prática, ao promover ações de voluntários e empresas municipais, dispostas a incentivar atividades recreativas junto às crianças, como jogos, brincadeiras, práticas esportivas e gincanas.

Para leitura na íntegra, em P.D.F, clique no link abaixo:

2018 artigo inclusão social.pdf (299739)

Visitantes Amazing and shiny stats
Blog Counters

 Apoio

 

 

Contato

Revista Academica Online editorial@revistaacademicaonline.com