O Brincar na Educação Infantil

A Revista Acadêmica Online, com prazer, apresenta o trabalho intitulado “O Brincar na Educação Infantil”, lavrado pelas autoras-pesquisadoras: Roseli Barbosa, Angélica Florentino de Oliveira, Carla Maria Fernandes Tuchinski, Cristiane Frizzera, Eliane Aparecida Rocha da Silva, Gabrielle Luzes Galvão, Kaliandra Silva Tossi, Marinete Miranda da Silva, Patrícia Aparecida Gonçalves, Renata Fernandes Tuchinski, Silvana Reifur Morais, Silvana Salviano dos Santos Neves.

Os tempos mudaram e não podemos ficar parados ao que diz respeito à educação infantil e sua importância. Jogos brinquedos e brincadeiras tornaram-se a forma mais fácil e divertida em relação ao processo de desenvolvimento da criança nos aspectos físicos, social, cultural e emocional e cognitivo fazendo necessária a conscientização de pais e educadores sobre a importância do brincar na educação infantil. Os jogos e brinquedos fazem parte da infância das crianças onde realidade e faz de conta se encontram fazendo com que a criança sinta prazer no brincar. É brincando que ela se socializa se estabelece, brincar é compartilhar, repartir, ganhar perder. Os jogos e brinquedos utilizados como recursos pedagógicos não são conhecimento pronto e acabado cabe ao pedagogo saber quando e como utilizar. O brincar aplicado pelas professoras em salas de aulas unindo com atividades pedagógicas contribui e muito para o processo de conhecimento e aprendizagem. É para esclarecimentos sobre as dúvidas e que escolhi essa pesquisa, destacando qual a importância do brincar na educação infantil. Verificamos junto às professoras da instituição a importância do lúdico e com que frequência elas utilizam esse recurso no dia a dia com as crianças. Na metodologia utilizamos a pesquisa qualitativa que responde a questões particulares, pois esse tipo de pesquisa preocupa-se com ciências sociais, nível de realidade que não podem ser quantitativo, pois ela trabalha com significados motivos aspirações, crenças valores e atitudes que corresponde a um espaço mais profundo das relações dos processos e fenômenos A metodologia foi dividida em duas partes no primeiro momento reuniu- se informações bibliográficas para desenvolvimento da pesquisa, a abordagem nesta etapa foi teórica empírica. No segundo momento abordagem participativa por meio de entrevistas e conversas informais sobre nas situações que observo diariamente. Neste contexto o brincar na educação infantil proporciona a criança estabelecer regras contribuindo com sua integração na sociedade. É importante perceber e incentivar a capacidade de criar das crianças, pois ela aprende a brincar brincando e brinca aprendendo.                                       

Nota de Observação do Editor: Nossas pesquisadoras com esta nova produção acadêmica, contribuem para a abertura da disciplina da Educação às temáticas e métodos de outras áreas (em alvo a psicologia e ciências sociais) das ciências humanas por meio da formulação de novos problemas, métodos e abordagens da pesquisa educacional.  Os efeitos dessa proposta de trabalho é ampliar o domínio das Ciências da Educação, por meio da redefinição de conceitos fundamentais que priorizam o Lúdico, e  exercícios, do “Brincar” como ferramenta que serve para efetivar o contato com o social, integrá-la às percepção de habilidades, conhecimentos e valores de outras crianças e dos educadores.

Quando as pesquisadoras tomam partido de um determinado aspecto da pesquisa, se incitam a fazer uma nova série de questionamentos sobre seu campo e buscam respostas diferentes nas suas fontes (tanto quanto descobrem novas referências), para suplementar aquelas que já conhecem. A Ciência Educacional, na presente pauta, priorizou os aspectos de aprendizagem e desenvolvimento na Educação Infantil, e mostram, por evidências da literatura, como podem ser otimizados pelo incentivo de educadores que se capacitaram por metodologias que incorporaram brincadeiras. O caráter lúdico dos jogos pedagógicos, fazem com que o prazer e a diversão dessas crianças sejam estruturados no processo de formação.

Paz e Bem!

Para leitura, na íntegra, em P.D.F, clique no link a seguir:  

artcient10042020.pdf (151068)

Visitantes Amazing and shiny stats
Blog Counters

 Apoio

 

 

Contato

Revista Academica Online editorial@revistaacademicaonline.com