O Uso das Cantigas de Roda, como Ferramenta para o Ensino e Aprendizagem na Educação Infantil

A Revista Acadêmica Online com prazer apresenta o trabalho intitulado “O Uso das Cantigas de Roda, como Ferramenta para o Ensino e Aprendizagem na Educação Infantil", lavrado pela Professora Nívea Rodrigues do Prado Siviero. A autora exerce o magistério na  Escola  Municipal de Educação Infantil em Mogi Guaçu SP; em seu percurso acadêmico, possui Licenciatura Plena em Letras, com habilitação em Inglês pela FIMI (Faculdades Integradas Maria Imaculada); licenciatura em Pedagogia pela UNESP (Universidade  Estadual Paulista); Pós-Graduada  em Psicopedagogia  Institucional  pelo Instituto Educacional e Sistemas de Ensino (Universidade Castelo Branco) e em Educação Especial com  Ênfase em Deficiência Mental, na Área da Educação,  pela FALC (Faculdade da Aldeia de Carapicuíba);e mestranda em Ciências da Educação pela Unigrendal/UK.

O artigo de revisão de literatura, reúne material bibliográfico com fontes diversificadas nos diversos campos disciplinares vinculados à educação especial, como alfabetização, psicolinguística, pedagogia, e estudos sobre música aplicada na educação infantil. A autora encaminha um rico trabalho de pesquisa, que abriga diferentes possibilidades de tratamento das práticas educativas de ensino e aprendizagem.

O objetivo mais amplo do trabalho é mostrar o potencial didático do uso das cantigas de roda como estímulo que promove eficácia na aprendizagem, e quanto aos específicos, a autora mostra como a utilização da ludicidade incorporando a música, é uma ferramenta que transmite de maneira prazerosa e leve, o universo cultural do mundo dos adultos para as crianças.

Além dos clássicos da educação como Vygotsky e Piaget, o trabalho apresenta contribuições de Emília Ferreiro e Telma Weisz, no campo da Alfabetização, e de Leda Verdiani Tfouni encampando o núcleo de Letramento; O mote comum dessas pesquisadoras é o trabalho detalhado e atento no processo de construção da linguagem escrita na criança.

O trabalho registra, aqui, sua contribuição ao ampliar perspectivas de conhecimento sobre a música como uma dimensão cultural, capaz de interagir com a singularidade do mundo infantil

 

Para leitura na íntegra, em P.D.F, clique no link abaixo:

artigo de musica -2018 revisado1105 (2).pdf (251953)

Visitantes Amazing and shiny stats
Blog Counters

 Apoio

 

 

Contato

Revista Academica Online editorial@revistaacademicaonline.com