Visibilidade Inclusiva: Uma Análise Semiótica Triádica da Coleção de Moda ‘Plastic’ da Estilista Vitória Cuervo

A Revista Acadêmica Online, com prazer, apresenta o trabalho intitulado “Visibilidade Inclusiva: Uma Análise Semiótica Triádica da Coleção de Moda ‘Plastic’ da Estilista Vitória Cuervo”, lavrado pelos autores  Ítalo José de Medeiros Dantas, Graduando em Design de Moda pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Caicó; Heloisa Mirelly Ferreira Alves, Graduanda em Design de Moda pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Caicó; Mariana Nunes do Nascimento; Graduanda em Design de Moda pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Caicó; Vanda da Conceição Silva, Graduanda em Design de Moda pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Caicó; Alan Jones Lira de Melo, Docente do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Caicó. Mestre em Engenharia Mecânica pela UFRN, especialista em Design de Moda pelo SENAI CETIQ e Graduado em Engenharia Têxtil pela UFRN; e Layla de Brito Mendes, Docente do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda do Instituto Federal do Rio Grande do Norte – Campus Caicó. Mestra em Design de Comunicação de Moda pela Uminho, especialista em Criação de Imagem e Styling de Moda pelo Senac SP e Engenheira Têxtil pela UFRN.

Este artigo estuda​ a coleção de moda ‘Plastic’ da estilista Vitória Cuervo, buscando analisar as estratégias artísticas e discursivas utilizadas pela estilista na inclusão de pessoas com deficiência em suas coleções de moda, porém, o que é mais provocador, sem excluir as demais pessoas. Para composição desta análise, foram realizadas pesquisas bibliográficas, adotando como base teórica a semiótica tríadica de Peirce, sua noção de signo e seus conceitos de primeiridade, secundidade e terceiridade, o que aportou seus autores dos fundamentos e perspectivas necessários para investigar desde a construção das peças de vestuário da estilista aos editoriais de divulgação, com o objetivo central de impulsionar e trazer à superfície discussões que consideram a inclusão de pessoas com deficiência na moda.

Com efeito, obteve-se uma análise dos componentes dos produtos de moda confeccionados, como estampas, cores, funcionalidades e outros aspectos estéticos; ao seguir para os editoriais, foi possível debater as atitudes das poses dos modelos, bem como o modo com que as peças foram posicionadas ao se interagirem com os mesmos e, por fim, discutiu-se acerca do conceito buscado pela coleção e das suas implicações à longo prazo para o mundo.  

Considerando as perspectivas de análise abordadas neste artigo, entende-se que, em se tratando do vestuário para pessoas com deficiências físicas, deve-se buscar tratamento adequado, para além das questões de funcionalidade, como os aspectos estéticos dos produtos de moda, visando, entre outras coisas, estimular crescimento da autoestima dos consumidores, - bem como o sentimento de pertencimento - para que dessa forma, esse público consiga germinar seu gosto pela moda e se sentirem inclusos em um nicho em atual expansão. A estilista estuda pelos autores, trabalhou em seu empreendimento Plastic uma concepção diferente das demais coleções de Moda Inclusiva, não abordando uma roupa específica para uma deficiência específica, mas sim buscando abarcar o maior números de pessoas em um único design, o que acabou por se mostrar satisfatória, já que de um modo ou outro, as peças são capazes de perpassar por diversos públicos e se adaptar às necessidades únicas. A contribuição social e acadêmica desse estudo, está em sua capacidade crítica em despertar o interesse dos discentes do curso de Design de Moda na área da moda inclusiva, para que dessa forma haja uma pluralidade de visões e experiências que cooperem para o desenvolvimento de um campo pouco explorado, e possam demonstrar o quanto essa linha de pesquisa possui um corpo e repertório originais, fazendo-os enxergar um mercado propenso com novas possibilidades caso receba mais dedicação.

Para leitura, na íntegra, em P.D.F, clique no link abaixo:

VISIBILIDADE INCLUSIVA – UMA ANÁLISE SEMIÓTICA ACERCA DAS COLEÇÕES DE MODA DA ESTILISTA VITÓRIA CUERVO revisado.pdf (501565)

 

Visitantes Amazing and shiny stats
Blog Counters

 Apoio

Contato

Revista Academica Online editorial@revistaacademicaonline.com