Relevância da Inclusão Escolar do Aluno com Deficiência

A Revista Acadêmica Online, com prazer, apresenta o trabalho intitulado “A Relevância da Inclusão Escolar do Aluno com Deficiência”, lavrado pela autora Monaliza Samira Matias de Almeida Delega.

“[...] Ensinar é marcar um encontro com o outro e a inclusão escolar provoca, basicamente, uma mudança de atitude diante do outro [...]”.

“[...] Inclusão social, constitui uma meta cada vez mais firme nos sistemas e envolve o descortinar de uma escola eficiente, diferente, aberta, comunicativa, solidária e democrática onde multiplicidade leva-nos a ultrapassar o limite da integração [...]”.

A presente peça acadêmica assume o design de uma pesquisa explicativa, e disserta sobre a Inclusão Escolar vinculada à temática de Necessidades Educacionais Especiais, pela qual deriva a moção proposta por nossa pesquisadora. O estudo renova a pauta das discussões sobre os estágios e progressos no desenvolvimento de programas pedagógicos, com características mais participativas e solidárias, que permitam a inclusão de todos os alunos, independente do grau em que suas diferenças são sub ou supervalorizadas em relação ao meio social.

Assoma-se aos objetivos deste trabalho secundar debates e discussões sobre as condições de possibilidade, fatores e relações de variáveis que coadjuvam o processo de inclusão; sobreleva a necessidade de uma formação mais completa do educador, com orientação pedagógica para casos “especiais” - que demandam alguma reconstrução no sentido dos sistemas convencionais de ensino -  (Nota de observação do Editor) de alunos; e institucionalmente pontua a necessidade de mudança em fatores externos, como a reforma na agenda das políticas públicas,  que defira uma melhor estruturação na rede de ensino público e privado.

Metodologicamente, o estudo parte de um recenseamento bibliográfico para elaboração de material empírico – inclui estudos de casos e análise de documentos, disponibilizados internetnograficamente (termo que conota caminhos de pesquisa etnográfica no ciberespaço) -, imprescindível a essa empreitada. A pesquisadora louva-se, principalmente, nos originais de GADOTTI (1994); MANTOAN (2003); e CHINALIA & ROSA (2008); estes, autores de nomeada na seara da Educação. A partir dessas referências a autora reconstrói, ao seu modo, a modelagem teórico-conceitual, e desempenha uma análise compreensiva da pluralidade de potenciais, face à diversidade da subjetividade humana, como o ser social, cognitivo e familiar.

Podemos, com reverência, destacar importantes níveis de contribuição dessa pesquisa: 1) A relevância social e acadêmica, na superação da visão individual e exclusivamente biológica imputada a deficiência, esclarecendo-nos que a causa do sintoma ultrapassa o corpo mensurável/orgânico, e diz respeito à indissociável  relação com o meio social (expõe ou exacerba algum traço da coletividade no modo singular de um indivíduo); 2) Pensa ativamente, além da teoria, o “como incluir”, na perspectiva socio inclusiva, onde cada um se sente responsável pela qualidade de vida do outro; 3) Colabora com o debate acadêmico ao pôr a ênfase na Inclusão, como um processo que deflagra o movimento de renovação das habilidades dos professores, estimulando-os à reciclagem constante de seu mister, dispondo-os de meios criativos, treináveis, capazes de adaptar o método, bem como editar novos protocolos de tratamento às necessidades reais do aluno, essencial para seu desenvolvimento.

Para leitura, na íntegra, em P.D.F, clique no link abaixo:

 

ARTIGO CIENTÍFICO MONALIZAart.10312019.pdf (377882)

Visitantes Amazing and shiny stats
Blog Counters

 Apoio

 

 

Contato

Revista Academica Online editorial@revistaacademicaonline.com